Primeiras Impressões | Violet Evergarden, o anime mais hypado de 2018

Hoje (11/01), a Netflix lançou um dos animes mais hypados de 2018: Violet Evergarden. Por conta disso, nós, do Trem do Hype, não poderíamos deixar de falar sobre esta produção da Kyoto Animation.

A história gira em torno de Violet, uma autômata que lutava na guerra, mas que agora precisa encontrar um novo propósito para sua vida. Além da guerra ter terminado, a pessoa que cuidava dela, o Major Gilbert, morreu, deixando nossa protagonista desamparada em um mundo em que ela não conhece nada.

Se você ainda não percebeu pela sinopse, Violet Evergarden conta a história de uma máquina que tenta entender os sentimentos humanos. Até aí, nenhuma novidade. A diferença é que este anime não se passa em um futuro pós-apocalíptico ou utópico, mas opta por um plano de fundo de época. Mesmo que a história não se passe em nosso mundo, podemos perceber semelhanças com a Europa do século XIX.

Apesar de sua aparência humana, a personagem age de forma pouco orgânica. Mesmo assim, sua personalidade é como de uma criança cheia de dúvidas que tenta entender o mundo ao seu redor. Depois de acordar em um hospital, agora com braços mecânicos, Violet aceita trabalhar como uma escritora de cartas para que possa entender coisas como a frase “Eu te amo”. Inclusive, o momento em que ela toma sua primeira decisão na vida é um dos mais bonitos deste primeiro episódio.

Também é importante comentar sobre o carisma da personagem. O anime deixa claro que a história é sobre ela, portanto, sempre acompanhamos seu ponto de vista de forma subjetiva. O incômodo que a protagonista sente é percebido (e talvez sentido) pelo público, assim como outras coisas que ela sente, mas ainda não entende. A “câmera” também procura a personagem a todo momento, sem economizar em closes do seu rosto.

Um dos destaques do anime é o visual belíssimo da Kyoto Animation. Além do traço característico de suas animações, ele também conta com uma ampla paleta de cores, que deixa as imagens ainda mais vivas. Também podemos perceber nuances por conta da incidência do laranja do pôr-do-sol ou do azul do brilho da Lua sobre os personagens. Isso fica ainda mais evidente através dos time lapses que acompanhamos. Outro ponto positivo está na trilha sonora, que combina com o clima que o anime quer passar e conta com a mesma delicadeza da protagonista.

Um dos elementos mais importantes da trama é a escrita. Mais precisamente, a datilografia. Este será o papel que a protagonista ocupará nos próximos episódios, onde diversas histórias diferentes funcionarão como aprendizado para Violet. Como ela vai escrever cartas para outras pessoas, ela terá um grande envolvimento em suas vidas, o que pode ser bem interessante dependendo da forma como será abordado.

Além de Violet, outros personagens também compõem o elenco, incluindo autônomas escritoras. Apesar de serem mais próximas da protagonista do que os humanos, elas não contam com o mesmo plano de fundo, já que não lutaram e serviram à guerra durante toda sua vida. Isso também pode ser convertido em aprendizado para Violet, pois ela conviverá com outras parecidas com ela, mas com uma bagagem completamente diferente. Ainda contamos com outros núcleos, como o presidente da empresa em que Violet trabalhará e até mesmo a família Evergarden, que cuidará dela e dá nome ao título do anime.

Violet Evergarden poderia seguir o estilo de Alita: Anjo de Combate ou Ghost in the Shell, mas se torna interessante exatamente por contar a mesma ideia de uma maneira completamente diferente. Talvez não seja um anime para o grande público, mas certamente agradará aqueles que procuram por um drama histórico.

Violet Evergarden terá um novo episódio por semana, a partir do dia 11 de janeiro, na Netflix.

Violet Evergarden
5

Comentário do Crítico

Apesar de contar uma história já abordada por outras produções japonesas, como Ghost in the Shell e Alita: Anjo de Combate, Violet Evergarden consegue inovar na execução.

Sobre o Autor /

Formado em Cinema e Publicidade na PUC-Rio, colab do TechTudo, maquinista do Trem do Hype.

1 Comentário

  • pedro
    11 meses ago

    muito bom seu site gostei muito do seu conteúdo.Vou passar mais vezes para ver as atualizações.abraço para vcs.

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Start typing and press Enter to search