Crítica | Encanto

A Walt Disney Animation Studios começou seus trabalhos em 1937 com Branca de Neve e os Sete Anões e agora chegou na expressiva marca de 60 produções. Em 2021, podemos notar o investimento do estúdio em longas com histórias mais globais, indo para o sudeste asiático em Raya e o Último Dragão e agora para a Colômbia em Encanto. Ele está em cartaz nos cinemas desde novembro e acabou de ser adicionado no catálogo do Disney+ como um excelente presente de Natal. O filme comandado pelo trio Jared Bush, Byron Howard e Charise Castro Smith acompanha a família Madrigal, onde todos possuem poderes mágicos, exceto a jovem Mirabel.

A produção faz um excelente trabalho em retratar a cultura da América Latina como um todo, presente na paleta de cores, figurino, design dos personagens e, claro, na música, com trilha sonora de Germaine Franco e canções originais escritas por Lin-Manuel Miranda. Este pode não ser seu trabalho com as composições mais inspiradas, mas há vários destaques, incluindo na língua espanhola, como Dos Oruguitas. Também é legal ver essa representação através dos animais, como onça-pintada, capivara, tamanduá, tucano e outros não tão comuns em uma animação da Disney.

Os personagens de Encanto são basicamente os membros da família Madrigal, o que já é bastante gente. Claro, alguns ganham mais destaque que outros, mas todos são carismáticos – até mesmo a Casita. Os poderes são bem utilizados durante a trama, gerando situações divertidas, como no caso de Dolores, ou abordando dilemas pessoais, como mostrado na canção de Luisa. Inclusive, é quase impossível não sentir empatia pela protagonista Mirabel pelo fato dela ter nascido sem poderes em uma família mágica. Dentre todas as possibilidades para resolver esse “problema”, o roteiro encontrou uma das melhores soluções, passando uma mensagem muito bonita sobre aceitação.

A animação cumpre seu papel como representante da Colômbia e da América Latina no portfólio da Walt Disney Animation Studios com louvor. Esse é mais um passo dado pelo estúdio na sua proposta de se tornar cada vez mais global e fazer com que pessoas do mundo todo se vejam em suas histórias.

Encanto
4.5

Comentário do Crítico

Encanto mantém a qualidade do estúdio através de uma bonita história sobre aceitação, além de explorar a cultura da América Latina através do design dos personagens, figurino e da trilha sonora de Lin-Manuel Miranda.

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Start typing and press Enter to search