Gavin O’Connor pode dirigir Esquadrão Suicida 2. E aí?

A revista Variety revelou que Gavin O’Connor (O Contador; Guerreiro) vai escrever o roteiro da sequência de Esquadrão Suicida, além de estar negociando para dirigir o filme.

Esquadrão 2 seria uma preferência para a Warner no momento, tendo o início das filmagens planejados para o ano que vem. A outra prioridade para o estúdio é Shazam, que já tem diretor definido, mas ainda não escolheu seus protagonistas. Esquadrão Suicida 2, por outro lado, vai contar com o elenco do primeiro filme, liderado por Will Smith, Margot Robbie e Jared Leto.

Agora, a pergunta que não quer calar é: será que Gavin O’Connor é a melhor opção para comandar uma sequência que ninguém pediu, de um filme que poucos gostaram? Pode ser.

Apesar de não estar acostumado a trabalhar no sub-gênero de super-heróis, ele chegou perto em O Contador (quem viu, sabe). Sem falar que O’Connor sabe trabalhar um drama entre personagens, algo muito evidente em Guerreiro. A paciência com seus personagens e atenção para suas personalidades foi o que mais fez falta no primeiro Esquadrão.

Gavin O’Connor pode ser uma ótima opção, então. Definitivamente, faz mais sentido que Mel Gibson, que apesar de ser excelente diretor, tem uma visão peculiar demais para este tipo de filme. Eu, particularmente, até prefiro Gibson, pois acredito que, se é para fazer uma sequência de Esquadrão, que eles chutem o pau da barraca mesmo. Nada de seguir a fórmula da Marvel, que dá muito certo para ela, mas definitivamente não deu certo para um filme sobre super-vilões secundários da DC. A Warner não pode mais se contentar com o feijão com arroz básico, se quiser justificar a manutenção do Universo DC nos cinemas.

Porém, se for para entregar um feijão com arroz básico, acho que O’Connor é uma escolha inteligente e segura. Mas, é aquele negócio, David Ayer também era, até o estúdio decidir que seu filme precisava de “mais piadas”, ou ser mais “grandioso”. Sem querer ser conspiratório, mas há uma diferença muito clara entre o primeiro teaser de Esquadrão, da Comic-Con de 2015, e o produto final.

Acho que o que eu quero dizer é: não adianta chamar o melhor diretor do mundo, se o estúdio não confiar em sua visão. Às vezes, riscos devem ser tomados para se obter bons resultados. Mas, O’Connor é uma boa opção. Vamos ver se vão deixá-lo trabalhar.

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Start typing and press Enter to search