Liga da Justiça | Patty Jenkins recusou dirigir o longa

Durante uma entrevista à revista francesa Premiere, a cineasta Patty Jenkins revelou que foi convidada pela Warner Bros para dirigir o filme da Liga da Justiça – via Comic Book. Segundo a diretora, ela recusou a oferta porque não se conectava com a proposta do longa:

“[…] O ponto é que, ao contrário de outros diretores, eu realmente não me importo com universos compartilhados, continuidade e esse tipo de detalhe. Fui contatada para fazer um filme da Liga da Justiça no passado e ele não se conecta comigo. Muitos personagens.”

Apesar de não ter mencionado em que momento foi convidada, provavelmente isso aconteceu após o afastamento de Zack Snyder. Na época, o trabalho do cineasta foi concluído por Joss Whedon.

Na entrevista, Jenkins também comentou sobre sua experiência na Marvel Studios, quando foi indicada para dirigir Thor: O Mundo Sombrio:

“Gosto muito das pessoas que trabalham lá, mas elas querem controle total sobre seus filmes. O diretor está sob controle. Sim, isso pode acontecer. Isso também mostra imediatamente se um diretor não pode impor sua visão. Quando este é o caso, tenho a impressão de que essas pessoas estão fazendo um trabalho diferente do meu. Mas com Mulher-Maravilha 1984, eu acho que fiz exatamente o que queria. E então, tudo o que um filme de super-herói precisa vem naturalmente para mim: eu amo filmar ótimas cenas de ação versus ótimos cenários. Eu realmente gosto disso.”

O próximo longa de Patty Jenkins é Mulher-Maravilha 1984, previsto para 13 de agosto. O Snyder Cut de Liga da Justiça chega ao HBO Max em 2021.

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Start typing and press Enter to search