Pantera Negra pode arrecadar US$ 1 bilhão na bilheteria mundial?

A Marvel Studios já fez sua primeira estreia no ano: Pantera Negra. O filme vem sendo elogiado por fãs e pela crítica – incluindo nós – mas todo mundo sabe que os executivos só pensam em uma coisa: a bilheteria. A meta de qualquer blockbuster é arrecadar o tão cobiçado US$ 1 bilhão, mas atualmente só 32 filmes conseguiram chegar nesta marca. Seria Pantera Negra o 33º?

Comecei a me questionar em relação a isso a partir da pré-venda, quando ele se tornou a maior bilheteria antecipada entre filmes de super-heróis. Isso provou que muita gente queria ver o filme e o hype estava absurdo, mas o que mais me chamou atenção foi que pessoas que nem se interessavam por super-heróis também estavam nesse meio.

Um dos fatores que contribuiu para isso é a questão da representatividade que o filme passa, além das discussões políticas, tornando Pantera Negra diferente de outras produções da Marvel Studios conhecidas pela fórmula de sucesso. Aqui, continuamos tendo um herói clássico como protagonista, mas que acima de tudo é rei de uma nação africana altamente desenvolvida tecnologicamente. Isso pode não significar muito para algumas pessoas, mas para outras faz uma enorme diferença.

Além de atrair os fãs da Marvel, interessados em mais um filme do universo cinematográfico – e talvez até a aparição de uma possível joia do infinito – Pantera Negra também trouxe um novo público para contribuir em sua bilheteria, o que é ótimo. Mais pessoas assistindo a esses filmes gera mais receita e, consequentemente, mais investimento.

Outro fator que contribuiu bastante para chegar ao famigerado US$ 1 bilhão foram as campanhas para levar ao cinema pessoas que não poderiam pagar pelo ingresso, mas que deveriam assistir ao filme pela sua relevância social e cultural. Uma das ideias era uma campanha de financiamento coletivo para levar crianças do Harlem, que arrecadou mais de US$ 300 milhões com doações.

Ainda tiveram atores e atrizes – como Octavia Spencer, Ellen DeGeneres, J.J. Abrams, Jamele Hill, Snopp Dogg, Brie Larson e Chelsea Clinton – que incentivaram essa prática, dando origem ao #BlackPantherChallenge, que resultou em mais de 130 campanhas só nos EUA. Teve até uma dupla de fãs da DC com a mesma iniciativa.

A estreia do filme chegou e Pantera Negra se tornou a oitava maior bilheteria de estreia da história e a terceira entre filmes de super-heróis – atrás apenas de Os Vingadores e Vingadores: Era de Ultron. O filme arrecadou US$ 75,8 milhões no primeiro dia de exibição.

Após o primeiro fim de semana, o número aumentou para US$ 361 milhões mundialmente, com US$ 192 milhões só nos EUA. Com esse resultado expressivo, Pantera Negra se tornou a quinta maior abertura da história do país.

Mas todo mundo sabe que um filme pode ir muito bem na estreia, no primeiro fim de semana, e ser um fracasso nas semanas seguintes. Porém, isso não é algo comum. De acordo com o site Box Office Mojo, as 10 maiores bilheterias do fim de semana de estreia arrecadaram mais de US$ 1 bilhão mundialmente – lembrando que Pantera Negra está na 5ª posição.

Não é possível prever se Pantera Negra realmente pode chegar a esta marca, principalmente pela dificuldade existente, mas as chances são grandes e os números estão favoráveis. Apesar de que uma bilheteria elevada não seja sinônimo de qualidade, isso aumentaria as chances de produzir uma sequência e do personagem receber ainda mais destaque dentro da Marvel Studios. Assim, ele não agradaria somente o público ou os críticos, como também encheria o bolso dos executivos. Respondendo a pergunta do título, eu apostaria que sim.

 

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Start typing and press Enter to search