X-Men: Fênix Negra | Primeiras críticas não são positivas

As primeiras críticas internacionais de X-Men: Fênix Negra foram liberadas e, até agora, poucas são positivas. Com 35 críticas, o filme está com a média 44 no Metacritic e, com 71, 21% no Rotten Tomatoes – o pior resultado da franquia até agora.

No geral, os textos destacam a história familiar e o tom anticlimático. Confira alguns comentários (em tradução livre):

“Para o que está sendo chamado de último capítulo, tudo tende a ser anticlimático e austero no final.” – Leah Greenblatt, da Entertainment Weekly (75/100).

Fênix Negra acaba sendo outra atrapalhada versão da saga clássica da Marvel Comics, embora uma sem as subtramas de O Confronto Final. Adicione isso a uma chocantemente irregular última metade e alguns vilões cósmicos mal desenvolvidos, e Fênix Negra tem sorte de não ter terminado a atual saga dos X-Men nos cinemas numa completa nota baixa.” – Jim Vejvoda, da IGN (63/100).

“Apesar das frequentes cenas de confrontação verbal em que os personagens se atacam, em estilo novela, por se renderem ou servirem a interesses egoístas, Fênix Negra não chega perto de carregar o impacto emocional de tantos filmes do Universo Marvel, onde personagens são complicados, relacionáveis e tridimensionais.” – Richard Roeper, da Chicago Sun-Times (50/100).

“É só um decepcionantemente mediano filme de super-herói, com uma história familiar, atores desinteressados, algumas sequências de ação maneiras, e muitas oportunidades perdidas.” – William Bibbiani, do The Wrap (49/100).

“O filme todo depende da Jean Grey, uma personagem que mal conhecemos (a versão de Sophie Turner só foi apresentada num papel menor em X-Men: Apocalypse), e sua relação com uma equipe de heróis que mal vimos.” – Matt Singer, do ScreenCrush (40/100).

“Só meio que acontece, e nem o próprio parece saber o motivo.” – David Ehrlich, do Indiewire (25/100).

Para ler mais comentários, clique aqui.

X-Men: Fênix Negra chega aos cinemas nesta quinta, dia 6 de junho. A direção e o roteiro são de Simon Kinberg. Confira a nossa crítica clicando aqui.

Sobre o Autor /

Formado em cinema, amante de quadrinhos e produtor de conteúdo para o Trem do Hype

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Start typing and press Enter to search