Xbox Series X | Phil Spencer divulga detalhes do console da nova geração

O chefe da divisão Xbox, Phil Spencer, publicou esta semana no Xbox Wire um post explicando o que podemos esperar da próxima geração de consoles: o Xbox Series X. Ele destaca a potência gráfica e a velocidade de processamento, assim como saltos inovadores na CPU, GPU e tecnologia de armazenamento.

O novo videogame aproveita as mais recentes arquiteturas Zen 2 e RDNA 2 da AMD. Ele fornece quatro vezes mais processamento que o Xbox One e 12 teraflops de desempenho da GPU – duas vezes mais que o Xbox One X e oito vezes mais que o Xbox One original. Isso resulta em um maior poder de processamento, gráficos de ponta e maiores taxas de quadros.

O console também conta com VRS (Variable Rate Shading), onde os desenvolvedores podem priorizar efeitos individuais em personagens ou objetos específicos, com taxas de quadros mais estáveis e em alta resolução, sem impactar a qualidade final. Já o DirectX Raytracing acelerado por hardware resulta em uma iluminação e acústica realista, além de reflexos precisos.

Como previsto, o Xbox Series X terá armazenamento SSD, tornando os mapas maiores, mais dinâmicos e com carregamento instantâneo. Além disso, com o recurso Quick Resume, será possível continuar vários jogos que estiverem em estado suspenso quase instantaneamente. Já a entrada de latência dinâmica (Dynamic Latency Input – DLI) promete controles mais precisos e responsivos.

Outra novidade é o HDMI 2.1, que terá o recurso de modo de baixa latência automática (Auto Low Latency Mode – ALLM), onde o console define automaticamente a exibição conectada para o modo de menor latência; e a taxa de atualização variável (Variable Refresh Rate – VRR), que sincroniza a taxa de atualização da tela com a taxa de quadros do jogo. Inclusive, haverá suporte para até 120 fps.

A retrocompatibilidade está presente, tornando possível jogar títulos do Xbox, Xbox 360 e Xbox One. Também será possível usar os acessórios do Xbox One no Xbox Series X. Além disso, foi apresentada uma tecnologia chamada Smart Delivery, onde o jogador comprará o jogo apenas uma vez, sabendo que será compatível com Xbox One e Xbox Series X. Ela está confirmada para todos os títulos exclusivos do Xbox Game Studios, incluindo Halo Infinite, e está disponível para todas as desenvolvedoras e editoras que lançarem um jogo no Xbox One e, depois, para o Xbox Series X. Também foi confirmado que o Xbox Game Pass continuará a ter jogos first party, como Halo Infinite, no lançamento.

O Xbox Series X será lançado no final do ano.

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Start typing and press Enter to search