15 filmes de comédia para assistir no Halloween

Esta é a terceira lista da série que nós, do Trem do Hype, fizemos para indicar filmes para assistir nesta época de Halloween.

Agora é para quem quer celebrar a data, mas tem trabalho (ou aula) no dia seguinte, então não pode se dar ao luxo de passar a noite em claro por medo. Aqui seguem umas comédias temáticas bem leves para você curtir com a família.

Tá, brincadeira, nem todas são tão leves assim. Algumas são até meio pesadinhas…

Quer saber? Melhor ver sozinho logo.

Premonição (2000)

Direção: James Wong

Ok, você deve estar se perguntando porque Premonição está nesta lista, até porque não falta mortes violentas e sangrentas na franquia. Mas e se eu te falasse que a maioria das pessoas passam o filme todo rindo e não sentindo medo? Acredito que até mesmo a equipe sabe que eles têm um apelo para a comédia, pela forma como as mortes acontecem. Então, sim, se você quer se divertir vendo pessoas morrendo, assista a Premonição que vale muito a pena.

Premonição, Premonição 2, Premonição 3, Premonição 4 e Premonição 5 estão disponíveis na Netflix.

Todo Mundo em Pânico (2000)

Direção: Keenen Ivory Wayans

Pegando carona na franquia de terror Pânico (esse terror mesmo), Todo Mundo em Pânico é uma aula de como fazer uma boa paródia. A franquia conta com momentos marcantes, e uma grande mistura dos principais filmes de terror da época, como A Bruxa de Blair, Sexta-Feira 13, O Exorcista e outros; além de filme de outros gêneros, como Matrix e Titanic.

Todo Mundo em Pânico, Todo Mundo em Pânico 2 e Todo Mundo em Pânico 3 estão disponíveis na Netflix.

Zumbilândia (2009)

Direção: Ruben Fleischer

Contando com um grande elenco, incluindo Jesse EIsenberg, Woody Harrelson, Emma Stone e Bill Murray, Zumbilândia é um dos filmes mais divertidos com a temática zumbi. Na época, ele foi muito bem recebido por público e críticos, além de vencer diversas premiações do gênero. Além disso, uma sequência será lançada em breve, então é bom correr pra assistir ao primeiro.

Zumbilândia está disponível na Netflix.

Todo Mundo Quase Morto (2004)

Direção: Edgar Wright

Misture a veia cômica de Edgar Wright, a ótima interpretação de Simon Pegg e a temática zumbi para resultar em um dos melhores filmes (se não o melhor) da Trilogia Cornetto. Se você é fã do gênero,  é praticamente obrigatório que assista. Esse é um daqueles poucos casos em que até no título conseguem acertar.

Os Fantasmas se Divertem (1988)

Direção: Tim Burton

O clássico filme de Tim Burton, que deu origem ao famoso Beetlejuice, não poderia ficar de fora. Você não pode perder a chance de assistir a um dos personagens mais memoráveis de Michael Keaton, que inclusive já confirmou que vai voltar para uma sequência. Vale lembrar que o filme fez muito sucesso na época em que foi lançado, chegando a vencer a categoria de Melhor Maquiagem no Oscar de 1989.

Os Caça-Fantasmas (1984)

Direção: Ivan Reitman

Mais um clássico dos anos 1980, Os Caça-Fantasmas se tornou memorável para os amantes do gênero, chegando até a ser referência em Stranger Things. A equipe, liderada por Bill Murray, chegou a ganhar uma sequência e até uma versão com protagonistas femininas. Mas clássico é clássico, então não deixe de conferir a versão de 1984.

Gasparzinho (1995)

Direção: Brad Silberling

Seja na animação, jogos ou live-action, Gasparzinho foi um personagem que conseguiu conquistar o público com seu carisma. Ele mistura o drama da morte de uma criança com uma nostálgica comédia dos anos 90, além de passar uma mensagem importante sobre solidão e encontrar o seu lugar no mundo.

Scooby-Doo!: O Filme (2002)

Direção: Raja Gosnell

A adaptação da clássica série animada pode até não ser uma obra-prima da sétima arte, mas assisti-la não deixa de ser um programa divertido pro Dia das Bruxas! Ainda mais pro pessoal que cresceu assistindo ao desenho e foi ver o longa nos cinemas… Pode ser uma experiência bem nostálgica, acima de tudo.

Ah! E o roteiro é de James Gunn! Sim, o mesmo cara que trouxe os Guardiões da Galáxia pro cinema! Ver um pouco de sua filmografia mais antiga pode ser interessante para os fãs do trabalho atual dele.

A Família Addams (1991)

Direção: Barry Sonnenfeld

Quem viveu nos anos 1990 sabe que a música tema de A Família Addams é uma coisa que não sai da cabeça. O filme é caracterizado por um “humor negro” e conta com personagens bizarros como a própria “Mãozinha”. Combina perfeitamente com qualquer Dia das Bruxas.

A Família Addams e A Família Addams 2 estão disponíveis na Netflix.

Goosebumps: Monstros e Arrepios (2015)

Direção: Rob Letterman

A série de livros escrita por Robert Lawrence Stine se tornou filme recentemente, estrelado por Jack Black. O ator pôde trazer muito de seu humor para o longa, que, além de assustar, também pode ser visto como uma grande aventura. Os monstros vão desde gnomos de jardim, um boneco de ventrículo, além de outras criações que escapam de um livro (literalmente) na trama. Resumindo, é uma espécie de Animais Fantásticos e Onde Habitam.

O que Fazemos nas Sombras (2014)

Direção: Taika Waititi, Jemaine Clemant

Agora Taika Waititi tá famosinho por ter dirigido Thor: Ragnarok, mas ele já arrasa há séculos. Um de seus trabalhos mais loucos, inclusive, tem tudo a ver com o Halloween. Ao lado de seu amigo e frequente colaborador, Jermaine Clement, ele dirigiu e estrelou o mocumentário (documentário falso) O que Fazemos nas Sombras, que acompanha o dia-a-dia (ou seria noite-a-noite?) de um trio de vampiros muito simpático. Eles dividem uma casa na Nova Zelândia (terra natal dos diretores) e devem lidar com problemas típicos da classe, como luz solar, lobisomens e alimentação, que consiste em qualquer humano, menos o Stu (porque ele é maneiro).

O Que Fazemos Nas Sombras está disponível na Netflix.

Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007)

Direção: Tim Burton

Ok, podemos estar trapaceando um pouco neste item, porque Sweeney Todd não é exatamente uma comédia (apesar da alta dose de humor negro). Esta obra-prima gótica é, na verdade, um musical, criado por Stephen Sondheim e Hugh Wheeler, e levado aos cinemas por Tim Burton. A versão cinematográfica é estrelada pelo frequente colaborador do diretor, Johnny Depp, como o personagem-título, e Helena Bonham Carter como Mrs. Lovett, uma cozinheira de mão cheia.

O elenco também conta com Alan Rickman, Sacha Baron Cohen e Timothy Spall. Todos cantam pra caramba e as músicas são sensacionais, então não deixe de assistir.

Gremlins (1984)

Direção: Joe Dante

Outras criaturas que fizeram sucesso nos anos 1980 foram os Gremlins, do filme que teve produção de Steven Spielberg. Ele é protagonizado por bichinhos peludos que a primeira vista parecem fofos, mas podem te atacar a qualquer momento. Vale citar a inteligência desses monstros fofos que podem não só te matar, como destruir sua casa. Segue a indicação para assistir no Halloween e, por que não, no Natal.

Marte Ataca! (1996)

Direção: Tim Burton

Mais um do Tim Burton, pra não perder o hábito! Desta vez, ao invés de fantasmas dançarinos ou barbeiros cortadores de gargantas, a ameaça é uma raça alienígena, seguindo um caminho mais comum. Só que não! O filme é muito louco! Esses ETs estão entre os seres mais sádicos da cultura pop, e por isso o filme é tão engraçado.

O elenco também é cheio de estrelas, como Annette Bening, Danny DeVito, Pierce Brosnan, Sarah Jessica Parker, Michael J Fox e Jack Nicholson (fazendo dois papéis).

MIB: Homens de Preto (1997)

Direção: Barry Sonnenfeld

O que podemos dizer deste clássico da comédia/ficção científica? Além de ter Will Smith e Tommy Lee Jones em seus papéis mais icônicos, há uma série de alienígenas hilariamente asquerosos, e asquerosamente hilários (tirando o Frank, que é hilário, mas fofo). Também é uma boa pedida para o Dia das Bruxas, porque tem Vincent D’Onofrio em seu papel mais assustador (até mais do que o Rei do Crime). Nas mãos de um James Wan, esse filme poderia fazer um estrago.

 MIB: Homens de Preto e MIB: Homens de Preto 2 estão disponíveis na Netflix.

Sobre o Autor /

Formado em Cinema e Publicidade na PUC-Rio, colab do TechTudo, maquinista do Trem do Hype.

1 Comentário

  • Wesley Douglas
    Wesley Douglas
    5 anos ago

    Todo Mundo Em Pânico é muito engraçado, e não precisou passar dos limites com as piadas

Deixe um comentário

Seu email não será publicado

Start typing and press Enter to search